sábado, 4 de fevereiro de 2012

Fábula

Animais
Durante uma era glacial bem remota, quando parte do globo terrestre se achava coberto por densas camadas de gelo, muitos animais não resistiram ao frio intenso e morreram. Morreram indefesos por não se adaptarem às condições do clima hostil.
Foi então que uma grande manada de porcos -espinhos, numa tentativa de se proteger e sobreviver, começou a se unir, a juntar-se mais e mais. Bem próximos um do outro, cada qual podia sentir o calor do corpo do outro. E assim, bem juntos, bem unidos, agasalhavam-se mutuamente. Assim aquecidos, conseguiam enfrentar por mais tempo aquele inverno terrível.
Vida ingrata, porém... Os espinhos de cada um começaram a incomodar, a ferir os companheiros mais próximos, justamente aqueles que lhes forneciam maior calor vital, questão de vida ou morte.
Feridos, magoados, sofridos e decepcionados, começaram a afastar-se. Por não suportarem os espinhos de seus semelhantes, eles se dispersaram.
Novo problema: afastados, separados começaram a morrer congelados.
Os que sobreviveram ao frio, voltaram a se aproximar, pouco a pouco. Com jeito e precauções. Unidos novamente, mas conservando uma certa distância do outro. Distância mínima , mas suficiente para conviver sem ferir, para sobreviver sem magoar, sem causar danos recíprocos.
Assim agindo, eles resistiram a longa era glacial. Apesar do frio e dos problemas, conseguiram sobreviver.

9 comentários:

  1. Muito lindo, adorei!

    Uma boa semana, é sempre um prazer passar por aqui e ver o que tenho perdido com minha ausência, tão maravilhoso!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, amigo
    Também estive ausente. Voltando aos poucos...
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Olá, sou um autor; estive por aqui lhe visitando e, digo-lhe de passagem, gostei muito do blog, tanto que já sou seu seguidor. Dê-me a honra e visitei o meu! Quem sabe, minhas obras lhe agradem!
    Um abraço,
    J.R.Viviani
    http://vendedordeilusao.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Zélia
    Uma linda fábula.
    Os pós e contra que ilustraste com a sua linda poética.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Linda fábula minha querida.A imagem ilustrativa é maravilhosa.
    Amei.
    Seja feliz.Muito amor e alegria, sempre.Bjs Eloah

    ResponderExcluir
  6. Zélia, eu simplesmente fiquei encantada com o tamanho da reflexão dada nessa fábula. Está entre minhas favorita, parabéns!

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Querida amiga

    E quantas vezes
    não percebemos os espinhos,
    com o qual ferimos,
    e com os quais nos ferem...

    Preciosas palavras.


    Que sempre existam
    sonhos a habitar teu coração.

    ResponderExcluir
  8. Olá Zelia...
    Linda reflexão...Linda fábula...Devemos sempre manter essa distancia minima na vida para não sufocar a nós e aos outros...Lindo! lindo e lindo! Amei...
    Ótimo Final de Semana!
    Beijos!
    San...

    ResponderExcluir

Assim nasceu 2010!

Assim nasceu 2010!
A exuberancia da natureza se manifesta em toda a sua plenitude. Feliz 2010

A metamorfose

A metamorfose
Flagrante da vida que surgirá em 2010. Que cor terá? Só sei que virá para tornar minha vida mais feliz quando pousar em meu jardim. Embora sua passagem seja breve valeu a pena esperar por esse momento. Cada ser tem sua missão aqui neste planeta e a dela é de embelezar e alegrar nossas vidas.

Nós, minha filha e eu

Nós, minha filha e eu
É maravilhoso estar perto de quem se ama!

Os mais belos versos de amor que nenhum homem escreveu. Somente feitos por Deus.

Os mais belos versos de amor que nenhum homem escreveu. Somente feitos por Deus.
Está na beleza da flor a essência do que não se vê, mas apenas se sabe que existe, o inegável , o verdadeiro mistério da criaçãol.

Pra não dizer que não falei de pássaros...

Pra não dizer que não falei de pássaros...
No beiral de minha sacada um estranho fez seu ninho. Nos dias de frio ficamos nos observando: cada um na sua. Há espaço para todos, sempre cabe mais um. E ali ficamos respeitando nossos limites a nos observar mutuamente. Já me acostumei com sua presença. Seja bem-vindo, a casa é sua...

Último luar de 2009

Último luar de 2009
A natureza é sabia!