sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Saudade...

A saudade bate, mas te pressinto nas gotas de orvalho...
Na chuva calma como benção divina...
Na suave brisa a me afagar 
e no barulho do vento como cantigas de ninar...
Tu estás presente nas noites estreladas.
És a mais brilhante e continuas iluminando meus caminhos...
                     Zelia Cunha

14 comentários:

  1. Zélia

    Encanto-me vindo aqui.
    Ao ler tão delicado poema.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Momentos de saudades, que nos elevam a alma!
    Beijos, Zélia, bom domingo.

    ResponderExcluir


  3. Lindo, Zélia!
    A saudade assim versada chega a ser suave e doce.

    Ótimo domingo.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  4. Olá!!! Passando para agradecer a visita e o comentário...volte sempre!!! Bem bonito seu blog...gostei e vou voltar! Beijos!!!

    ResponderExcluir

  5. Querida amiga Zélia !!!

    Muito me honrou a sua visita ao meu Blog.
    Obrigado mais uma vez pelo carinho para comigo e meus
    Trabalhos. Seu Blog é também muito bacana. Adoro visitá-lo.
    Beijos de luz!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    POETA CIGANO – 18/02/2013

    http://carlosrimolo.blogspot.com
    “Poesias do Poeta Cigano”

    http://facebook.com/poetacigano

    http://facebook.com/groups/296470613762821
    (Cantinho do Poeta Cigano)

    ResponderExcluir
  6. Zélia, Saudades sempre vale sentir. Significa que o momento vivido foi importante.
    Depois de um tempinho ausente do blog estou de volta.Já tem postagem nova.
    Deixo um grande abraço!
    Ótima semana!

    Refletindo com a Smareis---Clique Aqui----

    ResponderExcluir
  7. Que te ilumine sempre beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  8. Passei por aqui, gostei do espaço, e fiquei.
    Beijo.
    Ana

    ResponderExcluir
  9. Passei por aqui, gostei do espaço, e fiquei.
    Beijo.
    Ana

    ResponderExcluir
  10. Seja bem vinda Ana!
    Que bom que você gostou daqui. volte sempre que quiser.
    Beijo

    ResponderExcluir

  11. Zélia querida,

    Obrigada pelo carinho das palavras e da visita.

    Na oportunidade, indago de você sobre a Lúcia (segunda comentarista). É que recebi a visita dela, mas não consigo retribuir. Você consegue falar com ela? Se conseguir, me dê a dica, ok?

    Beijosssssssssss.

    ResponderExcluir
  12. Oi Zélia!

    Bonita poesia e saudade é sempre vontade de reviver o passando.

    Um abraço

    ResponderExcluir
  13. A saudade é uma dor imensa, a poesia é muito interessante.

    ResponderExcluir
  14. A saudade é uma dor imensa, a poesia é muito interessante.

    ResponderExcluir

Assim nasceu 2010!

Assim nasceu 2010!
A exuberancia da natureza se manifesta em toda a sua plenitude. Feliz 2010

A metamorfose

A metamorfose
Flagrante da vida que surgirá em 2010. Que cor terá? Só sei que virá para tornar minha vida mais feliz quando pousar em meu jardim. Embora sua passagem seja breve valeu a pena esperar por esse momento. Cada ser tem sua missão aqui neste planeta e a dela é de embelezar e alegrar nossas vidas.

Nós, minha filha e eu

Nós, minha filha e eu
É maravilhoso estar perto de quem se ama!

Os mais belos versos de amor que nenhum homem escreveu. Somente feitos por Deus.

Os mais belos versos de amor que nenhum homem escreveu. Somente feitos por Deus.
Está na beleza da flor a essência do que não se vê, mas apenas se sabe que existe, o inegável , o verdadeiro mistério da criaçãol.

Pra não dizer que não falei de pássaros...

Pra não dizer que não falei de pássaros...
No beiral de minha sacada um estranho fez seu ninho. Nos dias de frio ficamos nos observando: cada um na sua. Há espaço para todos, sempre cabe mais um. E ali ficamos respeitando nossos limites a nos observar mutuamente. Já me acostumei com sua presença. Seja bem-vindo, a casa é sua...

Último luar de 2009

Último luar de 2009
A natureza é sabia!